“Quem não se comunica, se trumbica”: a importância da integração dos setores para um bom relacionamento com o cliente

ABMES • 11 de outubro de 2019

Por: Simone Silva

Mesmo o apresentador Chacrinha não sendo do meu tempo, cresci ouvindo o seu famoso bordão “quem não se comunica, se trumbica”, que sempre vinha acompanhado de outras frases populares como “quem tem boca vai a Roma” (que descobri muito tempo depois que a forma correta é “quem tem boca vaia Roma”, mas isso é assunto para outro texto).

O que importa nesta reflexão é o que essas frases têm em comum: ambas ressaltam a importância da comunicação para o desenvolvimento pessoal e profissional de qualquer pessoa. É a partir dela que as relações se estabelecem e se concretizam.

Foi cursando a graduação de publicidade que compreendi uma importante dimensão dos conceitos da comunicação e do relacionamento: a empresarial. Com Philip Kotler, além de aprender a utilizar o marketing como meio de conquistar e manter clientes, conheci o marketing de relacionamento. De acordo com as teorias dele, a base do sucesso de uma empresa, seja ela com ou sem fins lucrativos, está fundamentada no relacionamento que ela é capaz de desenvolver com seus clientes e de colocá-los em primeiro lugar.

Unindo meus aprendizados ao longo da vida com o conhecimento obtido na educação superior pude perceber o quanto a comunicação e relacionamento são dois elementos que caminham juntos e se retroalimentam. E foi a partir dessa percepção que desenvolvi a “consultoria de relacionamento” que aplico ao longo de quase três anos trabalhando na Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES).

Para além dos tradicionais – e necessários – informativos e outras atividades realizadas pela área de comunicação social, o relacionamento de uma entidade com seus clientes precisa ser mais direto, assertivo e individualizado. É isso que busco desenvolver em minha atuação diária. Para mim, acima de tudo, estão as relações humanas.

Nesse sentido, afirmo com convicção que o setor de relacionamento precisa ser visto e valorizado como o principal espaço de contato e de construção de conexões positivas entre a empresa e seus clientes. No caso da ABMES, em que o “produto à venda” é o fortalecimento de um setor empresarial estratégico para o desenvolvimento do país, essas interações precisam ser estabelecidas com uma série de “clientes” que envolvem o amplo e complexo universo da educação superior, como comunidade acadêmica, mantenedores, gestores, órgãos governamentais e alunos.

Saber dialogar com cada um dos públicos que compõem a entidade é essencial para que a área de relacionamento seja bem-sucedida em sua missão, assim como estar disposta a compreender as especificidades de cada indivíduo e as necessidades de cada cliente também é primordial.

Outro ponto estratégico nesse cenário é a brevidade do retorno, pois a demanda é sempre importante e prioritária para quem solicita. Para que isso seja possível na ABMES, por exemplo, a consultoria de relacionamento precisa estar intimamente ligada e por dentro, trabalhando de mãos dadas, com os demais setores.

Desta forma conseguimos ir além e fazer mais do que garantir que informação ou o serviço chegue aos associados. Essa atuação integrada permite ajustarmos eventuais rotas e identificarmos fragilidades e necessidades nas quais a associação pode atuar visando o fortalecimento das instituições de educação superior brasileiras.

É assim que, conjuntamente, colaboramos para a construção de uma agenda forte e atuante, que tem sido a marca da ABMES em seus quase quarenta anos de história e de representatividade do setor particular de educação superior. Seja nos cursos, nos eventos do projeto ABMES Regional, ou nas ações de captação, retenção e reintegração de mantenedoras, tudo o que a associação faz envolve a consultoria de relacionamento, pois, no fim, o objetivo principal é a satisfação do associado.

O resultado de tanto empenho e dedicação é que, hoje, a relação que tenho com cada mantenedora associada e com os parceiros estratégicos da ABMES extrapola o campo do trabalho. Na maioria dos casos, criamos um vínculo de amizade, confiança, respeito mútuo e de parceria em prol do fortalecimento do setor, mas, principalmente da oferta de uma educação superior de qualidade. Para mim, isso é o que importa enquanto consultora de relacionamento da ABMES.






Notícia publicada pela ABMES, no dia 11 de outubro de 2019, no endereço eletrônico https://blog.abmes.org.br/quem-nao-se-comunica-se-trumbica-a-importancia-da-integracao-dos-setores-de-uma-empresa-para-um-bom-funcionamento-com-o-cliente/


Restrito - Copyright © Edux Consultoria 2012 - Todos os direitos reservados