Artigo: Significado da educação

O Globo • 01 de julho de 2019

Princípios variam conforme a época, o lugar, as circunstâncias

Por: Arnaldo Niskier

Não existe um significado exclusivo para o que é educação. Seus princípios variam conforme a época, o lugar, as circunstâncias, a concepção ideológica e política de um dado momento, através de um plano de educação.

Recuando no tempo, é possível verificar o quanto sua conceituação pode assumir formas diversas, ao sabor da história e também da necessidade de preparar o homem para uma determinada posição. Platão (427/428-347/348 a.C.), por exemplo, achava que “uma boa educação consistia em dar ao corpo e à alma toda a beleza e toda a perfeição de que são capazes”.

Em Esparta, a educação voltava-se para a preparação de guerreiros, sem interesse algum pela literatura ou pelas artes; em Atenas, dava-se ênfase a uma visão mais universal da cultura. Os romanos, ocupados com sua tarefa de expansão, valorizavam a formação do patriota através do sistema escolar. O próprio Aristóteles (384-322 a.C.) há 2.500 anos, em sua obra “Política”, se preocupava com o problema da educação, admitindo mesmo que sua prática, em vigor naquela época, era de perplexidade. Ninguém sabia sobre qual princípio se deveria proceder: sobre a utilidade da vida? Ou seria a virtude esse princípio? Ou seria um conhecimento mais elevado o objetivo da educação? Considerava Aristóteles que sobre esses três significados não havia consenso, uma vez que as ideias divergiam sobre a natureza da virtude e, ipso facto , sobre sua prática.

Para Sócrates, a educação tinha como última instância uma função social. Assim, não era o brilhantismo de cada um o mais importante, mas a forma como as ideias de cada um são disseminadas e o modo como podem modificar a sociedade, de tal forma que a inteligência e a moralidade se combinassem.

Não é, pois, de estranhar que idêntica perplexidade à percebida por Aristóteles preocupe aqueles que hoje se dedicam à educação. Em tempos de incertezas e dúvidas, como obter respostas definitivas? De qualquer modo que se considere o problema, a pergunta pertinente é “como educar para novos tempos”. O que se deve fazer?

Arnaldo Niskier é professor e jornalista


Notícia publicada pelo O Globo, às 00h00, no dia 29 de junho de 2019, no endereço eletrônico https://oglobo.globo.com/opiniao/artigo-significado-da-educacao-23773463


Restrito - Copyright © Edux Consultoria 2012 - Todos os direitos reservados