Critérios para criação de curso a distância mantém mesmo rigor do presencial

Capes • 02 de maio de 2019

O processo para criação de cursos de pós-graduação a distância terá o mesmo rigor do exigido atualmente na implantação da modalidade presencial. As regras estão na portaria publicada pela CAPES na última sexta-feira, 26, que esclarece os critérios estabelecidos em dezembro 2018.

No caso dos docentes, por exemplo, a produção intelectual – acadêmica, profissional e/ou técnica – é requisito essencial para a aprovação dos cursos de pós-graduação stricto sensu nas modalidades presencial e a distância.

Outra exigência é que só estarão aptas as instituições de ensino superior (IES) que tenham nota igual ou superior a 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), do Ministério da Educação, que vai de 1 a 5.

A instituição interessada deverá enviar à CAPES documentação comprobatória dos critérios exigidos durante a apresentação da proposta de novo curso, estabelecida em portaria de CAPES. A partir daí as informações serão encaminhadas à área para avaliar se o curso será aprovado ou não.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES







Notícia publicada pela Capes, às 15h38, no dia 29 de abril de 2019, no endereço eletrônico http://www.capes.gov.br/36-noticias/9459-criterios-para-criacao-de-curso-a-distancia-mantem-mesmo-rigor-do-presencial


Restrito - Copyright © Edux Consultoria 2012 - Todos os direitos reservados