FINEP ORIENTA IES A CAPTAREM RECURSOS PARA INOVAÇÃO

ABMES • 13 de fevereiro de 2019

Por: ABMES

“A gente quer transformar o Brasil por meio da inovação e vocês por meio da educação. Estamos juntos nisso”. Com essas palavras, o analista de Fomento Operacional da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Marco Bruno Manzolillo, sintetizou a motivação que levou a instituição a desenvolver o Finep Educação, programa de fomento à inovação no âmbito da educação.

Com o objetivo de explicar às instituições de educação superior como captar recursos para projetos inovadores, Manzolillo participou do seminário ABMES realizado hoje (12) na sede da Associação, em Brasília/DF. “Quanto mais arriscado é o seu projeto, melhores são as condições. A gente financia o que vocês precisam: obra, equipamento, sistemas de informática, serviços de consultoria e equipe própria”.

Ao explicar as etapas de submissão de projetos, o analista ressaltou a importância de que sejam considerados todos os aspectos necessários para sua efetiva implementação, ou seja, as propostas precisam ser completas. De acordo com ele, não adianta pedir só o equipamento, mas também devem ser contemplados a consultoria para desenvolver conteúdo e o treinamento da equipe, por exemplo.

Entre os atrativos do programa estão a baixa taxa de juros, a carência de até 4 anos e o prazo de até 12 anos para quitação. “A ideia é que vocês possam custear a inovação com o caixa que a inovação vai gerar, justamente para não apertar seus orçamentos anuais que estão lá para giro”.

Inovação na educação
O contexto social mudou de tal maneira que é preciso rever a forma como diversas atividades são desenvolvidas, incluindo a educação. Para Monzolillo, embora as dificuldades sejam grandes em todos os níveis educacionais, é na graduação que está o cenário mais desafiador. “Ela está em xeque, sendo questionada para que serve. Hoje em dia a garotada está terminando o ensino médio e pensando se quer fazer faculdade”.

Segundo o analista, entre as soluções para reverter esse cenário está a criação de um ambiente tecnológico que estimule a inovação e o empreendedorismo no ambiente da graduação. Por isso, a relevância atribuída à iniciativa está expressa, entre outros aspectos, no financiamento de até 100% dos projetos inovadores das IES, ao passo em que os demais aportes fornecidos pela Finep respeitam o teto de 90%.

Parceria com a ABMES
Outro representante da Finep no seminário foi o gerente do Escritório Regional do Centro-Oeste, Pedro Paulo Teixeira Junior. Ele ressaltou que, para a Financiadora, “não tem mais como falar de inovação sem ter parceria com a ABMES. Queremos estar presentes em todos os eventos de vocês”.

Nesse sentido, a atuação conjunta tem sido estreitada por meio de ações como a participação da Finep nos eventos promovidos pelo projeto ABMES Regional ao longo de 2019. Além disso, Teixeira Junior colocou os escritórios regionais da instituição à disposição para atender aos associados da ABMES no que for necessário. “Nossa política de regionalização conta com escritórios nas cinco regiões do país. Temos analistas para atender o Brasil como um todo”.

Sobre o Finep Educação
Lançada com um orçamento inicial de R$ 500 milhões, a ação financiará projetos com valores mínimos de R$ 3 milhões e de instituições que estejam em efetivo funcionamento por, no mínimo, três anos e possuam faturamento anual acima de R$ 16 milhões. A taxa de juros aplicada poderá variar entre TJLP -1 a TJLP +5.

O apoio será concedido, prioritariamente, a Planos Estratégicos de Inovação (PEIs) submetidos em uma ou mais das seguintes linhas temáticas:

  • Personalização do ensino;
  • Metodologias ativas de ensino;
  • Recursos educacionais digitais para ensino-aprendizagem;
  • Ambientes, estratégias e processos promotores de inovação.

O prazo de carência e o prazo total da operação serão definidos tendo como base o enquadramento do PEI nas linhas de ação, podendo ser, respectivamente, de até 48 meses e de até 12 anos.

Instituições interessadas em enviar projetos de financiamento devem preencher o cadastro disponibilizado no site da Finep. Após a aprovação do cadastro, é necessário enviar o PEI ou o projeto, também por meio da página eletrônica da Financiadora.

As condições especiais de financiamento serão válidas até 31 de dezembro de 2020. Em caso de dúvidas, as instituições podem entrar em contato com a Finep pelo e-mail educacao@finep.gov.br.











Notícia publicada pelo site da ABMES, no dia 12 de fevereiro de 2019, no endereço eletrônico http://www.abmes.org.br/noticias/detalhe/3200/finep-orienta-ies-a-captarem-recursos-para-inovacao


Restrito - Copyright © Edux Consultoria 2012 - Todos os direitos reservados