ENEM 20 ANOS: MAIS PROUNI E FIES

ABMES • 31 de outubro de 2018

Por: Correio da Paraíba

Além de ser o processo seletivo para o ingresso nas universidades e institutos de educação da rede pública, o Enem também é pré-requisito para aqueles estudantes que pleiteam uma vaga em instituições de ensino superior da rede privada, seja por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni) ou pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Na Paraíba, o aumento no número de vagas ofertadas pelo Prouni, por exemplo, acompanhou o crescimento na quantidade de inscritos anualmente no Enem, desde 2006, ano em que o Programa virou lei. Com relação ao Fies, essa modalidade de financiamento, representava, até 2016, 26% do total de matrículas, nos cursos presenciais, nas universidades privadas do País. No Nordeste, este percentual era de 36%. Os dados são da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES).

O advogado Carlos Magno viu nessa modalidade de financiamento a oportunidade para mudar de profissão e realizar o sonho do acesso ao ensino superior. As dificuldades enfrentadas ao longo da graduação em Direito foram muitas, desde a jornada de trabalho de até 15 horas diárias até mesmo a falta de um local adequado para os estudos em casa.

“Eu não tinha uma mesa para estudar. Ai, um belo dia cheguei em casa e vi que minha esposa tinha preparado no quarto um cantinho de estudos pra mim. Muitas vezes pensei em desistir, mas olhava para a minha esposa, minha família, e vi que queria dar uma vida melhor pra eles. No dia que fui receber minha carteira da OAB, fui escolhido o orador da turma, e dediquei meu discurso à minha esposa. Atuo como advogado há quase dois anos e sou apaixonado pela minha profissão”, contou Carlos Magno, que se formou na Faculdade Internacional da Paraíba (FPB).

Simplicidade para alunos e no processo
O acesso ao Ensino Superior também na rede privada por meio do Enem, no que se refere à concessão de bolsas e facilidades no financiamento estudantil, tem se mostrado uma ferramenta eficiente e democrática de seleção, na opinião do diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas.

“Com uma única nota o estudante pode concorrer às vagas ofertadas por diversas instituições de ensino em todo o País, além de ter a possibilidade de se qualificar para as políticas públicas de acesso à graduação (Fies e Prouni). Além disso, trata-se de um instrumento que simplifica tanto a vida do estudante, que não precisa fazer diversas provas para ter acesso à educação superior, quanto à operacionalização do processo seletivo por parte das instituições de educação superior, que têm no Enem um mecanismo confiável de verificação do conhecimento adquirido pelo candidato ao longo do Ensino Médio”, destaca Sólon Caldas.

Ainda sobre as notas do Enem serem aproveitadas em outras formas de ingresso nas instituições privadas, como concessão de bolsas e descontos, o representante da ABMES acredita que essa vantagem também é um elemento motivador para os participantes do Exame. A diretora-geral de uma faculdade privada em João Pessoa, Roberta Pinho, destacou que o Enem facilita a adesão dos candidatos ao processo seletivo da instituição, que oferece bolsas de até 100%, dependendo da nota do participante. “Eles não precisam fazer um novo processo seletivo para ingressar nos cursos. Além disso, nós ofertamos descontos e benefícios para esses alunos que chegam com as notas do Enem. Nossa proposta é que a educação privada seja acessível a todos e, para isso, temos diversas formas de ingresso e benefícios para que os alunos realizem os seus sonhos”, complementou Roberta Pinho.

Veja a matéria original









Notícia publicada pelo site da ABMES, no dia 28 de outubro de 2018, no endereço eletrônico https://abmes.org.br/noticias/detalhe/3062/enem-20-anos-mais-prouni-e-fies#


Restrito - Copyright © Edux Consultoria 2012 - Todos os direitos reservados