Seminário da ABMES | Mudanças na Educação Superior: Reformulação do Decreto 5773 e os novos Instrumentos de Avaliação

EDUX • 11 de novembro de 2017


Da esquerda para a direita, Sueli Macedo, Maria Inês Fini,Janguiê Diniz, Paulo Chanan, Maximiliano Damas e Celso Niskier

O Seminário promovido hoje pela ABMES, conduzido pelo Presidente da ABMES, Prof. Janguiê Diniz, com o tema Mudanças na Educação Superior: Reformulação do Decreto 5.773 e o Novos Instrumentos de Avaliação, trouxe importantes contribuições sobre as alterações estruturais normativas que estão para acontecer no ensino superior brasiliero.

Na primeira parte do evento, a Presidente do INEP, Profa. Maria Inês Fini, enfatizou a importância da autoavaliação, do trabalho das CPAs e dos NDEs nas IES. Esclareceu que a previsão do Ministro Mendonça Filho era de realizar 5 mil avaliações in loco este ano. Até o início de novembro esse trabalho já atingia 6 mil visitas.

Na sequência, a Coordenadora de Avaliação do Inep, Profa. Sueli Macedo, anunciou que Requisitos Legais não mais serão alvo de observação pelos avaliadores. Além disso, esclareceu os motivos que levaram o INEP a promover, juntamente com diversas entidades públicas e do Setor privado de educação, as alterações nos intrumentos de avaliação, tanto os de curso, quanto os institucionais. Anunciou, por fim, que os intrumentos só aguardam a publicação do Decreto que substituirá o 5773/2006 para serem publicados e que isso deve ocorrer nos próximos 15 dias.
Após, o Prof. Paulo Chanan, Conselheiro da ABMES, falou sobre as alterações que já podem ser percebidas nos instrumentos de avaliação institucionais.
Na sequência, o Prof. Maximiliano Damas apresentou as alterações dos intrumentos de avaliação de curso.
Presidente da Abmes e dirigente do Grupo Ser, Prof. José Janguie, elogiou o Inep pelos novos instrumentos de avaliação. Estendeu os elogios ao banco de avaliadores, mas ressalta a necessidade de serem retirados desse banco os poucos avaliadores que não têm comportamento ético e que abusam de subjetividade em suas avaliações. A entidade vai colaborar com a identificação desses maus profissionais.


Da esquerda para a direita, Henrique Sartori, janguiê Diniz, José Covac e Celso Niskier

Após o intervalo, o Secretário de Regulação do Ensino Superior, Prof. Henrique Sartori, apresentou as alterações que o decreto 5773/2006 deve receber nos próximos dias. Quem debateu com ele foi o advogado José Roberto Covac.

O auditório da ABMES esteve lotado durante todo o evento e mais de 3000 pessoas acompanharam pela transmissão ao vivo de internet que foi feita.

Abaixo seguem os links para que o material das apresentações do evento sejam baixados na íntegra.

Apresentação de Henrique Sartori: http://www.eduxconsult.com.br/arquivos_noticias/sartori_07112017.pdf

Apresentação de Paulo Chanan: http://www.eduxconsult.com.br/arquivos_noticias/NovosInstrumentosAvaliacao.pdf

Apresentação de Maximiliano Damas: http://www.eduxconsult.com.br/arquivos_noticias/Apresentacaoo_ABMES_07NOV2017_Max.pdf


Restrito - Copyright © Edux Consultoria 2012 - Todos os direitos reservados